Sentença define no STJ novo prazo de 5 anos para prescrição da dívida condominial